sexta-feira, 3 de dezembro de 2010




Olá pessoal, meu nome é Aline e através deste Blog quero 
trazer melhores informações sobre a dança Ballet. 
E também dar várias dicas para os dançarinos que estão iniciando 
sua carreira artística. 
Espero poder ajudá-los e tirar as suas dúvidas. 

Entre e fique a vontade !




~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Dicas para melhorar sua postura durante aulas e apresentações!



Todo bailarino já ouviu que precisa melhorar as suas linhas, controlar as suas linhas, ou alongar suas linhas. Quais são as linhas, ou linhas do corpo, para bailarinos?

As linhas do bailarino é a maneira na qual seus membros se estendem através do espaço em que eles estão dançando. Linha descreve o uso dos bailarinos do espaço em torno deles. Seja ou não um bailarino excepcional tem pernas longas ou proporções longas, não importa em termos de linhas. Existem várias maneiras para cada bailarino para alongar o que ele ou ela não tem. Abaixo estão as dicas que os bailarinos podem tomar para encontrar suas linhas perfeitas.




Dica 1: Esteja consciente do espaço ocupado pelo bailarino, ele deve estar sempre consciente do seu corpo, seja em movimento ou parado. Deve haver um esforço constante para estender o corpo em todas as direções, alongando o pescoço, abaixando os ombros, e extensão dos membros.

Os bailarinos também devem estar cientes de que trabalham para os seus corpos individuais. Eles devem saber quais os ângulos podem encurtar as suas linhas e ângulos que adicionam o comprimento de seus membros. Na maioria dos casos, as linhas paralelas (um braço estendido para a parte traseira com a perna em arabesque primeiro, por exemplo) vai dar a ilusão de comprimento.

Dica 2: Usar o espaço ao redor do corpo em toda a coreografia, os pés devem estar completamente estendidos a todo o momento que estiver fora do chão. Uma posição de atitude mais aberta, por exemplo, pode fazer a parte superior do corpo parecer mais abertos e alongados com o tronco. Corpo reto com os ombros baixos, os braços bem esticados também podem fazer os braços e pescoço com as linhas mais longas.

A cabeça da bailarina é uma extensão do seu pescoço, e deve estar sempre levantada. Linhas do corpo podem parecer com mais acabamento, levantando o queixo em vez de olhar diretamente para frente. O olhar deve estar voltado para além dos dedos da bailarina, para completar a ilusão de linhas estendidas.

Dica 3: Mantenha a postura intacta, alargando as linhas de do tronco. Mesmo durante os períodos de silêncio, os bailarinos nunca devem desmanchar a postura. Se deixar os ombros cair para frente e os quadris irem para trás desencaixando, a bailarina vai parecer mais curta do que ela realmente é. Em vez disso, os bailarinos devem continuar pensando no alongamento da coluna vertebral - pressionando o corpo no chão ao mesmo tempo, e elevando o topo da cabeça para o teto. Praticando esta postura no espelho pode ajudar os bailarinos a conseguir linhas perfeitas para os seus próprios corpos.

Dica 4: Continuar a pensar no alongamento durante o movimento. Os bailarinos devem lembrar-se de alargar as suas linhas através dos movimentos. As transições são importantes entre os grandes movimentos, de modo que os bailarinos devem manter sua energia ao longo de uma apresentação. Criação de linhas já não é apenas durante o Grand Jete, é também importante para as etapas de transição que levam a bailarina ao ar.



Se um bailarino mantém seus pequenos movimentos num só lugar, ele ou ela vai aparecer mais curto ou tímido durante a exibição do passo. Quanto maior estas etapas forem feitas, mais as linhas aparecem nos bailarinos. Passos amplos e não tímidos.

Os bailarinos também devem ter em mente que parar bruscamente após cada etapa corta suas linhas. Estendendo uma polegada extra com os pés ou mãos em qualquer movimento, antes de passar para a etapa seguinte, tem um grande efeito sobre o alongamento das linhas de uma bailarina. Aproveitar até o último momento de cada passo de ballet.

Ao praticar estas técnicas regularmente, os bailarinos podem alcançar uma "limpeza" de movimentos, e linhas mais eficazes no desempenho.







~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
As 5 dicas que você precisar saber antes de começar a usar as sapatilhas de pontas!



Dançar na ponta, é um objetivo importante na vida de uma bailarina clássica. Requer uma tremenda força das pernas e nos pés. Muitos professores de ballet têm exigências para iniciar o trabalho da sapatilha de ponta. Como saber quando você está pronta para usar assapatilhas de ponta? As cinco dicas a seguir são os requisitos que devem ser atendidos antes de começar as aulas de ballet nas pontas.

Ter idade para "entrar" nas pontas!
A idade ideal para começar a trabalhar nas pontas é controversa. Muitos especialistas acreditam que um bailarino pode começar a dançar na ponta, com pelo menos 9 ou 10 anos de idade. Alguns professores não atribuem um número a todos, eles simplesmente confiam na habilidade da bailarina. No entanto, o crescimento e fortalecimento dos pés acontecem quando estão prestes a completar 11 anos de idade ou 12 anos, muitos concordam que o trabalho da ponta poderia ser introduzido nesse momento. Nunca tente dançar nas sapatilhas de pontas, sem um professor para te orientar, vai ser fácil de você se machucar.



Quantos anos de formação nas pontas!
Você não pode começar uma carreira no ballet já nas sapatilhas de pontas. A fim de ser capaz de dançar na ponta, um bailarino deve ter tempo para atingir a forma, força e alinhamento necessário para fazer uma transição bem sucedida para o trabalho a ponta. A técnica apropriada é necessária para poder usar os pés, sem riscos de lesão.

Aulas de pontas!
A fim de manter a boa técnica e a flexibilidade necessária para o trabalho das pontas, é necessário aulas de ballet pelo menos três vezes por semana. A aula deve seguir como aula normal, talvez, prorrogar o tempo de aula por meia hora. Isso garante que todo o corpo, especialmente nos pés e tornozelos, são devidamente aquecidos.

Preparação física para dançar nas pontas!
Todas as bailarinas deverão ser avaliadas pelo seu professor de ballet para determinar se elas estão fisicamente prontas para atender as exigências do trabalho nas pontas. O professor deve verificar a posição correta do corpo e alinhamento, a afluência suficiente, força e equilíbrio, e domínio das técnicas básicas do ballet.

Maturidade Emocional para o trabalho nas pontas!


O trabalho nas pontas é trabalho duro. As aulas com as sapatilhas de pontas serão mais exigentes para o seu corpo, especialmente para os seus pés. Você está preparado para sofrer com os pés doloridos e bolhas ocasionais? Além disso, as sapatilhas de pontas são complicadas e exigem um certo nível de responsabilidade de mantê-las. Você deve aprender a maneira correta de colocá-las em seus pés e amarrá-las em seus tornozelos. Você também deve cuidar delas corretamente para mantê-las em bom estado. Além disso, você está pronta para dedicar pelo menos três horas por semana para aulas de ballet? Escolher dançar na ponta é uma decisão que deve ser levada a sério!




~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


A importancia dos exercicios de ballet na barra



Pode parecer como um simples de aquecimento ou um conjunto de exercícios, na verdade, o trabalho que você faz no ballet, na barra é a base para todos os outros trabalhos que você faz como bailarino. O trabalho na barra não só desenvolve suas habilidades de ballet, mas acrescenta no seu desenvolvimento em qualquer outro tipo de dança que você fizer.

barra-ballet1



Plies


Nos exercícios de barra, como você já pode ter notado, segue um padrão de progressão mais lenta com movimentos básicos com mais velocidade e dinâmica. Embora o plié é quase sempre o primeiro exercício da barra que você faz, não é para ser ignorado! Os plies são, de fato, um dos mais importantes - se não o mais importante - exercício que você pode fazer.

Os exercícios de Plies são geralmente uma combinação de demi-plies e Grande plies, de modo que você dobre os joelhos, você está ensinando as virilhas a girar para fora, seus tornozelos para resistir à queda, seus pés para fazer relevé, e seu tronco para ficar levantado. Ainda parece um simples movimento, o plié pode ser visto como o alicerce para o resto de sua dança. Se você o fizer incorretamente, as chances de você seguir com erros ao longo de quase tudo que fizer. Além disso, a força que você constrói em suas coxas durante este exercício se torna a sua fonte de energia quando você executar os movimentos mais complexos.

Tendu e Degagé

Tendus e rond de Jambes, ambos podem ser feitos com ou sem plié, treinar suas pernas e pés para ficarem alongados. Nas laterais e atrás os tendus em especial, para o bailarino de manter em boa postura, mesmo quando a perna não está em uma posição natural. Durante estes exercícios você deve manter a perna longa e forte isso é extremamente importante.

Grand Battement

Estes altos chutes ajudam a reforçar a musculatura e flexibilidade, que são responsáveis ao "jogar" a perna. Eles também te ensinam a controlar a perna caindo, construindo uma resistência em seus músculos abdominais também. É o exercício mais dinâmico na barra, battements também te aquecem para o resto da aula e preparando-lhe para se deslocar para o centro da sala.

Port de Bras

Os movimentos dos braços que acompanham cada barra te ajuda a fazer um exercício mais gracioso

Os exercícios de braços na barra serão em exploração (embora ligeiramente) para lhe dar apoio e acrescentar equilíbrio. Preste muita atenção ao seu braço ao fazer os movimentos, eles devem ser leves e suaves. Os braços também trazem coordenação e força.

Flexibilidade

Finalmente, a barra é frequentemente utilizada como uma ferramenta para bailarinos se alongarem. Um lugar fácil para içar uma perna, isto pode ser útil para a criação de resistência para os músculos. Antes dos exercícios de barra você deve fazer um pequeno alongamento dos músculos e você será capaz de esticar ainda mais suas pernas. Os alongamentos auxiliam para os battements serem mais alto, tornam esses arabesques mais longos, e evitam a dor após dançar.

Então da próxima vez que for fazer os exercícios de barra, lembre-se de estar atento e não descuidado. Saber se concentrar e como você deve aquecer e alongar o seu corpo vai ajudar a recriar os corretos e belos movimentos mais tarde!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~





O Método Pilates para Bailarinos

Pilates é um sistema de baixo impacto, um exercício que trabalha para fortalecer e alongar os músculos sem adicionar volume ao corpo. Ela envolve uma série de movimentos, alguns realizados com a ajuda de equipamentos que melhoram o controle da resistência, fortalece os músculos abdominais internos e melhora a flexibilidade. Pilates trabalha com o ritmo da respiração, tornando-se a mente treinada e o corpo tonificado. Embora qualquer pessoa pode praticar Pilates para a melhoria da saúde global, os bailarinos têm experimentado os benefícios ao longo de décadas.


História
Joseph Pilates desenvolveu o sistema em 1920, e os pacientes tratados na Primeira Guerra Mundial por fraudes em equipamentos de resistência aos leitos hospitalares. Em 1926, Joseph Pilates se mudou para Nova York com sua mulher, Clara, e abriu um estúdio perto do New York City Ballet. Logo, ele criou um método para os dançarinos, para a sua capacidade de criar músculos longos, magro e um físico forte, e racionalizado.
Princípios do Pilates
Há vários princípios que define a prática do Pilates:
Controle / Precisão- Pilates incentiva os movimentos exatos, precisa ter qualidade de movimento
Estabilização- O corpo é seguramente estabilizado antes de executar as posturas.
Centrando- Incentiva o foco mental que acalma a mente. Todo o movimento é iniciado a partir do tronco, e irradia para as pernas.
Respiração- Todos os movimentos estão integrados com a respiração diafragmática profunda
Alinhamento- O corpo está alinhado com a cabeça, pescoço e coluna vertebral até os dedos dos pés.
Fluidez- Todos os exercícios são realizados em um estilo fluido e contínuo, ao invés de focar na repetição.
Integração- Todos os grupos musculares são integrados ao trabalho, apoiados pelo núcleo.
Benefícios para Bailarinas
Pilates é particularmente benéfico para os bailarinos para fortalecer os músculos abdominais internos, e criar uma forma corporal aerodinâmica. Bailarinos serão capaz de alongar e desenvolver os músculos sem aumentar os músculos de volume. Com o desenvolvimento da musculatura abdominal interna, a tensão na parte traseira é minimizada e as lesões são evitadas. A natureza fluida da prática de Pilates promove a economia de movimento, e pode ser facilmente incorporado a um regime no treinamento dos bailarinos, como um conjunto de exercícios usando mente / corpo. Bailarinas em recuperando de uma lesão podem incorporar Pilates em sua reabilitação, devido ao baixo impacto sobre as articulações do corpo e dos músculos. Os músculos são reforçados através do movimento de resistência suave, quer utilizando a resistência natural do corpo sobre o colchonete, ou com a ajuda de máquinas especialmente projetadas.
Pilates e dor nas costas
Apesar de Pilates trabalhar para fortalecer todos os grupos musculares de maneira uniforme, que se concentra no interior abdominais que suportam a coluna vertebral, que é particularmente benéfico para os bailarinos que sofrem de dores nas costas. Muitos bailarinos se machucam nas aulas e e um dos melhores remédio para não se machucar é reforçar essa área que é crucial para um núcleo forte. Pilates proporciona aos bailarinos as ferramentas que eles podem levar para a vida cotidiana, uma forma de melhorar a postura e eficiente que mantém todo o corpo flexível e tonificado.
Pilates é para todos
Dançarinos de todos os níveis podem se beneficiar da prática de Pilates, como você pode progredir de nível iniciante ao avançado. A prática regular vai garantir toda a força do corpo, músculos e muita flexibilidade para melhorar sua habilidade na dança, bem como fortalecer o núcleo interno para o controle. Bailarinos de todas as idades que praticam Pilates se sentem melhor no seu desenvolvimento na dança, além de melhorar a sua saúde em geral.

















6 comentários:

  1. VEJA O MEU BLOG Q DEUS PODE TER UM PLANO PRA VC E PODE SER ATRAVES DO Q EU VENHO ESCREVENDO NO MEU BLOG ENTAO VEJA LA NAO CUSTA E NADA E VC TAMBEM NAO TEM NADA A PERDER ATE MAIS Q DEUS TE ABENÇOE

    O BLOG E thyagofrn.blogspot.com

    Jesus quem nao nascer da agua e do espírito nao pode entrar no reino de Deus o q e nascido da carne e carne e o nascer do espírito e espírito

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline, muito interessante seu blog... Adorei! Boa noite!

    ResponderExcluir
  3. Lindíssimo,maravilhoso,tudo de bom o balé.parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Olá caro colega, passei aqui para elogiar a sua postagem e peço a gentileza de visitar meu site de Autosurf.

    http://www.autosurfpower.com

    Cadastre-se e receba 1000 créditos para começar a divulgar o seu blog.

    Abraço e fique com Deus.

    att. Marcelo Montenegro

    ResponderExcluir